(48) 3521-0835

DEZEMBRO - MUDANÇA - Reforma Administrativa em pauta

SESSÃO EXTRAORDINÁRIA
Câmara vai votar projeto sobre reforma administrativa na prefeitura
Araranguá

A Câmara de Vereadores de Araranguá vai promover, na tarde dessa sexta-feira, dia 30, duas sessões extraordinárias. Na primeira reunião será apresentado o projeto de Lei do Executivo que dispõe sobre a reforma administrativa, enquanto a segunda sessão, que ocorre na sequência, será dedicada para votação da referida proposta. A atividade inicia às 15 horas desaa sexta-feira.

Legislativo
De acordo com o presidente da Câmara, vereador Rony da Silva (DEM), o projeto de lei que será analisado, debatido e votado promove reforma administrativa dos órgãos da prefeitura municipal. “As reuniões fecham as atividades do Legislativo Municipal na atual legislatura. Durante todo o mandato, os legisladores estiveram imbuídos em colaborar com o Município. E no final deste ciclo não será diferente. A Câmara de Araranguá foi uma das pioneiras em abolir o recesso de inverno e realizar sessões extraordinárias não remuneradas”, ponderou Rony da Silva.

Fusões entre órgãos
A reforma vai implicar na fusão de alguns órgãos municipais, como é o caso de Finanças e Administração. Também será implantada a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte, englobando na mesma pasta estes três setores.
Além disso, secretárias devem ser criadas, como por exemplo, a de Agricultura, que vai ocupar o espaço da Secretaria do Interior. Com a finalidade de dinamizas as ações e racionalizar despesas, o futuro secretário municipal responderá, ao mesmo tempo, pelas secretarias de Obras e Agricultura.

Subsecretarias e comissionados
Todas às subsecretarias municipais serão extintas, mas não haverá prejuízo quanto ao funcionamento destas áreas, pois está previsto o compartilhamento das atividades de forma planejada e estratégica.
Outra prerrogativa do projeto é a redução de cargos comissionados, que passarão ao limite de até 70, contra os atuais 210 autorizados.

Conforme a justificativa da proposta, a Prefeitura de Araranguá entende que, a medida pretende aperfeiçoar a oferta de serviços à população, além de agilizar o atendimento das demandas e melhorar os instrumentos de controle, valorizando os recursos públicos.