(48) 3521-0835

Legislativo entra na segunda etapa do projeto CĂąmara SolidĂĄria

O primeiro semestre de 2017 foi de muito trabalho para os vereadores araranguaenses. Além de desempenhar a função típica do Legislativo, foi lançado o projeto “Câmara Solidária”, inédito no município e que possibilitou que diversas áreas fossem beneficiadas através da economia de recursos da casa, os quais foram revertidos em benefício da população.

 

A primeira a receber R$200 mil foi a secretaria de Saúde, que usou o valor para agilizar exames médicos que estavam atrasados. “Tínhamos alguns pacientes que esperavam na fila há mais de 2 anos e só foi possível realizar os exames com a ajuda deste projeto da Câmara de Vereadores. Nós não tínhamos recursos suficientes no município para isso”, avaliou a secretária de Saúde, Evelyn Elias. De acordo com a secretária não foram apenas os pacientes beneficiados, a economia local também. “Muitos prestadores de serviços e profissionais foram contratados para realizar estes exames e acabar com as filas. Ao todo, dez empresas e profissionais atenderam a secretaria neste período”.

 

E a contribuição da Câmara de vereadores com a população não para por aí. Mais áreas serão contempladas. Na segunda etapa do projeto “Câmara Solidária”, que inicia na próxima semana, serão beneficiadas algumas instituições sociais e a Segurança Pública. Até  o momento, incluindo a contribuição com a Saúde, R$670 mil foram economizados e destinados as áreas atendidas.

 

Na próxima segunda, 19, será a vez de cinco instituições sociais participarem da sessão ordinária às 19 horas para receber a contribuição. Já no dia 10 de julho, o foco será Segurança Pública, com a entrega de recursos para compra de equipamentos para as polícias e o Corpo de Bombeiros. Para o presidente da Câmara, Daniel Viriato Afonso, é um momento muito importante. “Este projeto é fruto de muito esforço e economia. Esperamos que a população se faça presente nestas sessões para conhecer melhor nosso objetivo e a forma que vamos distribuir estes recursos economizados. Todos são convidados!”, disse o presidente.

 

O objetivo é que até o final do ano novas ações como estas sejam realizadas abrangendo as principais áreas de interesse coletivo.