(48) 3521-0835

AraranguĂĄ ganharĂĄ mais um aparelho para aumentar oferta de exames laboratoriais

Com a confirmação do gabinete do deputado, João Amin (PP), que seria liberada uma emenda de R$120 mil, os vereadores araranguaenses começarão a semana com boas notícias para a população. É que o dinheiro será usado para a administração municipal  adquirir para a secretaria de Saúde um Autoanalisador Automático de Bioqúimica, aparelho capaz de multiplicar a oferta de exames laboratoriais de 4 mil para 8 mil por mês.

Na última segunda, 03, os vereadores, Jacinto Dassoler (PP), Cristiano Tano (PP), Márcio Tubinho (PP) e o presidente da Câmara de Vereadores, Daniel Viriato Afonso (PP), apresentaram um requerimento ao secretário estadual de Saúde, Vicente Caropreso (PSDB) e ao deputado, João Amin, solicitando recursos para a compra do equipamento. Devido a importância, foi subscrito pelos demais vereadores. A resposta veio logo, no final da semana, quando uma comitiva araranguaense formada por vereadores e o prefeito, Mariano Mazzuco (PP), esteve em Florianópolis e recebeu a notícia da liberação de R$120 mil do deputado Amin. “Estamos muito felizes com a notícia”, comemorou Dassoler.

Uma das estratégias da mesa diretora da casa é oportunizar aos vereadores que seus pedidos cheguem rapidamente aos deputados e que as respostas sejam igualmente ágeis. “Nos reunimos no final de Junho com o deputado no gabinete do prefeito e fomos buscar a resposta nesta semana. A população precisa de respostas rápidas, por isso, não perderemos tempo para atender os apelos de todos”, justificou o presidente, Daniel.

Neste ano, o município foi contemplado com o mesmo aparelho através de uma emenda parlamentar, mas em razão da necessidade, o pedido foi reiterado. É que o equipamento usado pelo laboratório central, montado na UPA, tem capacidade de efetuar 250 testes por hora é totalmente automatizado e permitirá que novos exames sejam feitos como hemoglobina, que avalia, por exemplo, a necessidade de transfusões de sangue e grau de anemia.

Também serão realizados exames como fosfatase alcalina, que acompanha distúrbios hepáticos e ósseos, e o bilirrubina que serve para diagnosticar doenças do fígado. De janeiro à abril foi levantado que o laboratório municipal realizou em torno de 24,5 mil exames.

 

APAE será beneficiada com mesma emenda

O aparelho solicitado pelos vereadores custa em média R$110 mil. A pedido do deputado João Amin, o que restasse da sua emenda de R$120 mil deveria ser destinado a APAE do município. É que segundo ele, uma de suas frentes de trabalho está ligada ao apoio as associações de pais de crianças especiais. “Meu avô teve uma história de luta pelas Apaes, e meu compromisso é dar continuidade a este trabalho”, mencionou o deputado.