(48) 3521-0835

Mudanças no Sistema Tributårio serão votadas na próxima terça

Tramita na Câmara de Vereadores algumas mudanças no Sistema Tributário do município de Araranguá. O projeto de autoria do Poder Executivo deu entrada na casa neste mês de Setembro e deveria ser votado na sessão de quarta, 20, mas por um pedido dos próprios vereadores, foi solicitado que a administração municipal reformulasse algumas regras para atender a necessidade da população.

No final da tarde de sexta, 22, o projeto substitutivo foi protocolado na Câmara pelo secretário de Administração, Auderi Castro, e a votação confirmada para a próxima terça, 26, com uma sessão extraordinária às 19 horas - já que as seis ordinárias previstas para o mês foram devidamente realizadas. “A ideia é que as regras passem a valer em Janeiro, por isso, a necessidade da votação acontecer agora para transcorrer o prazo de 90 dias para a sua vigência”, justificou o secretário.

Um dos principais aspectos da alteração do Sistema Tributário foi a necessidade de melhorar a arrecadação do município, que enfrenta alguns problemas por conta da crise econômica que afeta todo o país. E entre as mudanças sugeridas, está a volta da cobrança da taxa para travessia da balsa que liga o centro da cidade ao Distrito de Hercílio Luz. A proposta prevê a cobrança de diversos valores, dependendo do tamanho do veículo. “Entendemos a necessidade do município se reerguer e por isso estudamos melhor a lei encaminhada e solicitamos algumas mudanças para que o cidadão não pague por isso de forma drástica”, argumentou o vereador, Marcio Tubinho (PP).

A proposta inicial não previa que todos os moradores do Distrito, que contempla diversas comunidades como, por exemplo, Ilhas e Rio dos Anjos, estivessem isentos do pagamento da travessia da balsa, mas apenas um veículo por família, e agora com as modificações, a lei libera para todos os veículos dos moradores daquela região o transporte gratuito. O vereador, Neno Fontoura (PPS), um dos representantes da comunidade, comemora a conquista em nome dos moradores. “A união de todos os vereadores foi muito importante para garantir esse direito aos moradores daquelas comunidades que se utilizam da balsa com frequência”, comemorou o vereador, Neno.