(48) 3521-0835

Implanta├ž├úo Unacon: Presidente quer envolvimento de todas as C├ómaras de Vereadores

A mobilização para a implantação de uma Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) em Araranguá, vence mais uma etapa. Embora a luta dependa apenas da boa vontade de lideranças estaduais e federais, os representantes da região vem mostrando que não medirão esforços para que os pacientes com câncer que residem nos 15 municípios da Amesc, recebam um tratamento mais perto de casa.

E, foi na sessão da última quarta-feira, 01, que os vereadores araranguaenses subescreveram um requerimento de autoria do presidente da Câmara, Daniel Viriato Afonso (PP), que solicita que o governador, Raimundo Colombo, o secretário de Saúde, Vicente Caropreso e os deputados, José Milton Scheffer e Manoel Mota, intercedam na Comissão Intergestores Bibartites (CIB) para o deferimento do pedido de instalação de uma Unacon em Araranguá. 

O requerimento foi aprovado, e segue para os destinatários, mas o caminho ainda é longo, já que a CIB (no âmbito estadual) precisa aprovar o pedido para depois seguir para a comissão na esfera federal ligada ao Ministério da Saúde, em Brasília. Só depois destes passos, o governo federal poderá autorizar a implantação da Unacon na cidade. “Estamos convocando todos para ajudar nesta luta tão importante para os pacientes da nossa cidade e região. O Estado e o governo federal não terão que investir no projeto, basta ter interesse em aprovar a implantação, já que o município, através do prefeito, Mariano Mazzuco, assumiu a responsabilidade de adquirir os equipamentos e buscar profissionais para atuar na Unacon”, justificou o presidente, Daniel.

 

Os vereadores dos 15 municípios são convocados para aderir ao movimento

 

Ainda na quarta, 01, o presidente da Câmara, Daniel Viriato Afonso, entrou em contato com presidentes e representantes das 15 Câmaras de Vereadores da região da Amesc para convidar a assumir o movimento. Cópia do seu requerimento foi enviado a todos, sugerindo que ajam da mesma maneira. “Precisamos mostrar que estamos engajados neste propósito. Afinal de contas, beneficiará todos os paciente da região, que precisam se deslocar para Criciúma e Tubarão para receber o tratamento adequado. Uma Unacon em Araranguá, além de atender os nossos pacientes com câncer, diminuiria o sofrimento deles que percorrem muitos quilômetros diariamente para serem atendidos”, ainda comentou. “Assim que cada Câmara aprovar o seu requerimento no mesmo sentido, vamos reunir todos os presidentes e sugerir uma ida a Florianópolis para cobrar do governador e o secertário de Saúde uma resposta”, acrescentou, Daniel.

 

Entenda o pedido

 

A região da AMESC possui aproximadamente duzentos mil habitantes, abrangendo 15 (quinze) municípios, entretanto, não possui uma Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON), necessária para o tratamento dos pacientes com câncer, que se deslocam normalmente a Criciúma ou Tubarão para receber o atendimento necessário.

Alguns destes pacientes percorrem diariamente mais de 100 quilômetros para receber o tratamento, o que torna a situação ainda mais desconfortável e traumática. Só do município de Araranguá, por exemplo, cerca de 15 pacientes são transportados para a Unacon de Criciúma pela manhã, e mais 15 no período da tarde, ou seja, 30 pessoas precisam sair da sua cidade por dia em estado grave e enfrentar um percurso longo, sem contar com a alta demanda que as unidades destes municípios já recebem de suas regiões.

Por isso, os vereadores araranguaenses, entendem que instalar uma unidade do serviço no munícípio, beneficiaria centenas de pessoas, além dos pacientes dos outros municípios da Amesc, já que é cidade polo e está habiltada em vários aspectos para oferecer o melhor atedimento. Inclusive, a própria adminstração municipal se comprometeu em arcar com as despesas de instalação da unidade, adquirir equipamentos e buscar os profissionais que atuarão nas devidas funções.

Portanto, não há objeções para que o pedido seja deferido, já que além de beneficiar toda a região, o município tem suas unidades de saúde consideradas exemplares, possui uma ampla Unidade de Pronto Atendimento (UPA), é sede do Hospital Regional e em breve ganhará a primeira Policlínica do Estado que já está sendo equipada. Isso significa que locais adequados para a implantação do serviço não faltam!